LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Angolana Tchizé dos Santos em Lisboa afirma: "Portugal tem preconceito com africanos" 13 Janeiro 2019

Welwitschea ’Tchizé’ dos Santos, deputada do MPLA, empresária e filha do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos, refere em entrevista à Lusa, em Lisboa, vários indicadores — desde a presença maciça em empregos sem qualificação e ausência total em empregos mais qualificados — que em seu entender revelam o clima de preconceito em Portugal relativamente a africanos e seus descendentes.

Angolana Tchizé dos Santos em Lisboa afirma:

Casada com um cidadão português (foto) e com filhos luso-angolanos, ’Tchizé’ dos Santos diz sem papas na língua da sua própria experiência do "preconceito", em situações da vida pessoal e profissional.

"Hoje, antes de vir para aqui, fui para um ’shopping’ almoçar e todas as pessoas que eu via que eram africanas, que estavam ali a trabalhar, estavam a servir à mesa, estavam nas cozinhas, algumas a dobrar roupa nas lojas. Quando chego a Angola e vou para o ’shopping’, os portugueses que eu vejo são os donos das lojas, são os membros do conselho de administração", criticou.

"Porque é que quando se vai a África e se vê um português, em qualquer situação ele está numa situação de vantagem, ou de igualdade na pior das hipóteses, e quando se vem a Portugal e se vê um africano ele está sempre numa posição de desvantagem?", questiona Tchizé.

A também deputada admite existir "ressentimento e tristeza" dos angolanos perante as diferenças de estatuto, com base na cor, e que, afirma ela, não encontra noutros países ocidentais.

"Não é uma questão de racismo, é uma questão de preconceito e de ignorância" que pede reflexão a alto nível

A empresária e deputada refere a necessidade de uma reflexão entre os dois países para eliminar os focos de preconceito para com africanos e afrodescendentes. "Eu por acaso até me casei com um português e os meus filhos são portugueses, são afrodescendentes", disse.

"Não é uma questão de racismo, é uma questão de preconceito e de ignorância" que pede reflexão: "Que todos ponham a mão na consciência", acrescentou.

Fontes: Sapo/Jornal Económico.pt/. Relacionado: https://www.asemana.publ.cv/?Filha-de-ex-PR-angolano-diz-que-foi-contra, 11.1.2018

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project