MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Amante de animais, britânico morre asfixiado por cobra de estimação de 8 metros 28 Janeiro 2018

Dan Brandon, de 31 anos, foi asfixiado por uma cobra píton. Acredita-se que ele tenha sido a primeira vítima fatal dessa espécie em toda a Grã-Bretanha. A comprovação de que Dan Brando havia sido morto asfixiado por sua cobra de estimação ocorreu recentemente.

Amante de animais, britânico morre asfixiado por cobra de estimação de 8 metros

Um adorador de animais de 31 anos morreu asfixiad o por sua cobra de estimação na Inglaterra, em meados do ano passado. De acordo com o jornal Mirror, Dan Brandon foi encontrado em sua casa no dia 25 de agosto de 2017, mas o caso só veio a público na última terça-feira (23), devido às investigações policiais.

A polícia do condado de Hampshire começou a investigar logo após a morte do "encantador de répteis", entretanto, somente ontem, o médico forense Andrew Bradley registrou o veredito que comprova que o rapaz foi morto por Tiny, uma cobra píton-africana de oito metros, originária da África Subsariana.

No tribunal de Basingstoke Coroners, a mãe do rapaz, Babs Brandon, afirmou que o réptil de estimação era o “bebê” de Dan, pois ele cuidava da cobra como se fosse uma filha. Babs ainda relata que seu filho nunca teve medo do animal, mesmo sabendo de sua força. Antes de Tiny, a família já manteve 10 cobras e 12 tarântulas em casa.

Segundo o coronel Bradley, não há outra suspeita para a morte de Dan. “Tiny deve ter se enrolado em torno dele até sufocá-lo, não sei que tipo de mecanismo pode ter usado. Durante as investigações, a encontramos escondida, provavelmente pela reação ou pelo barulho da queda do corpo de Brandon”.

Demora do veredito

Em setembro do ano passado, durante a abertura do inquérito, um porta-voz do escritório de forenses da Basingstoke expôs que tudo o que se podia afirmar é que o britânico havia morrido por asfixia. Um mês depois, ele retornou ao tribunal para pedir mais tempo para o levantamento de provas concretas, e para descobrir se a causadora da morte havia sido ou não Tiny.

Embora as pítons tenham sido responsáveis ​​pela morte de seres humanos em outros lugares, nunca houve uma ocorrência semelhante na Grã-Bretanha até o caso de Dan Brandon.

Homenagens

Nas redes sociais, o britânico costumava publicar fotos de si mesmo com grandes cobras. Ele foi homenageado pela página JustGiving , coma abertura de um projeto para arrecadar dinheiro para o Fundo Mundial para a Natureza.

"Vimos fotos de Dan com diversos animais, desde sua cobra Tiny até cachorros, gatos, aranhas. Criar essa campanha nos pareceu a escolha perfeita para honrá-lo”, alegaram em uma publicação na fan page. Fonte: iG

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade
Cap-vert
Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project