POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

AN: MpD garante que Governo trabalha para combater deficit habitacional no país 25 Abril 2019

O Movimento para a Democracia (MpD, poder), assegurou hoje que o Governo está a trabalhar para combater o «deficit» e a precariedade habitacional em Cabo Verde, com “programas de habitação social realizáveis”.

AN: MpD garante que Governo trabalha para combater deficit habitacional no país

A declaração é do líder da bancada do MpD, Rui Figueiredo Soares, e foi feita durante a intervenção de abertura da segunda sessão parlamentar de Abril, com apresentação do tema para o debate mensal com o primeiro-ministro, sobre habitação e habitabilidade.

Conforme o deputado da maioria, ao contrário dos governos anteriores, este liderado por Ulisses Correia e Silva optou por programas de habitação social “com consistência”, apontando a título de exemplo “a importante reabilitação” de casas de cabo-verdianos.

Para o efeito, afirmou, o Governo, “consciente que o problema habitacional está intimamente ligado à pobreza”, tem vindo a trabalhar, em parceria com as câmaras municipais, no sentido de aumentar o rendimento das famílias, com “ênfase na promoção” da igualdade de oportunidades.

“O Governo tem executado o Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades que, criando uma oferta muito diversificada, poderá por certo, ajudar as famílias mais carenciadas a melhorar suas próprias habitações”, apontou.

Por outro lado, Rui Figueiredo Soares referiu que, a este propósito, não se pode deixar de afirmar que o “propalado” programa Casa Para Todos, “uma bandeira de campanha do anterior Governo do PAICV”, transformou-se num “problema sério e complexo” do país.

“Pelos seus custos sociais, técnicos, orçamentais, ambientais, económico e financeiros com elevada divida publica”, precisou.

Com isso, sustentou, disse entender os motivos da indicação do tema, proposto pelo PAICV, que, pela voz da deputada Janira Hopffer Almada, ex-membro do Governo do PAICV, pretendia apenas tentar “o perdão público” de um “programa falhado” que deixou problemas imensos em Cabo Verde.

“Criaram expectativas, fizeram campanhas, mas nada conseguirão dar aos cabo-verdianos em matéria de habitação”, reiterou.

O líder da bancada do partido que suporta o Governo salientou ainda que o desafio de uma habitação condigna para todos os cabo-verdianos deve ser encarado como uma “prioridade nacional”.

Por isso, finalizou, o grupo parlamentar do MpD “incentiva” o Governo a dedicar “especial atenção” às políticas publicas de habitação, como “factor incontornável” de inclusão social.

A segunda sessão parlamentar do mês de Abril, além do debate com o primeiro-ministro, terá na agenda ainda a aprovação das várias propostas de lei, com destaque para o decreto que cria o Fundo Soberano de Garantia do Investimento Privado. A Semana com Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project