Comunidade

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

Violência doméstica no Sal: Detido homem que agrediu três vezes a ex-mulher 08 Novembro 2018

A par dos vários crimes de abuso sexual a menores, a ilha do Sal continua a ser fustigada por uma onda de crimes de violência baseada no género (VBG). É que um novo caso acaba de ser registado, envolvendo um homem de 34 anos de idade, acusado de três crimes de violência contra a sua ex-mulher. O suposto violador detido foi, hoje,07, apresentado ao Tribunal para o primeiro interrogatório, seguido da aplicação de medidas de coação pessoal.

Violência doméstica no Sal: Detido homem que agrediu três vezes a ex-mulher

Até ao fecho desta edição, desconhecia-se a decisão do Tribunal da Comarca quando à medida de coação tomada - prisão preventiva ou Termo de Identidade e Residencia -TIR.

Em nota, a Polícia Judiciária informa que, através do Departamento de Investigação Criminal do Sal – DICS – deteve, na segunda-feira, 05, fora de flagrante delito, na localidade de Chã de Fraqueza – Espargos, o referido indivíduo, de sexo masculino, de 34 anos, suspeito da prática de três crimes de VBG.

«O suspeito é acusado de, reiteradamente, agredir verbal e fisicamente a sua ex-companheira, entre agosto e outubro de 2018», especifica a PJ.

Segundo ainda a mesma fonte, o detido foi presente esta quarta-feira, 07, às autoridades judiciárias competentes da Comarca do Sal para efeito do primeiro interrogatório na qualidade de arguido detido e a aplicação de medidas de coação pessoal.

MP e aumento de crimes sexuais no país

De salientar que o relatório do Ministério Público sobre a situação de Justiça em Cabo Verde, entregue em Julho deste ano pelo Procurador-Geral da República na Assembleia Nacional e a que a agência Lusa teve acesso, dá conta de um aumento generalizado de processos-crime na ordem dos 6,7 por cento no pais.

No tocante à pratica da VBG em si, o MP precisa que, no ano judicial em causa, foram registados 504 crimes sexuais, sendo que as agressões sexuais correspondem a 38% dos processos, o abuso sexual de crianças a 34% e os abusos sexuais de menores, entre 14 e 16 anos, a 9%. Neste particular, a julgar pelas detenções feitas pela PJ, as Ilhas do Sal e de Santiago sugerem estar na linha da frente em termos de números de casos registados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade



Mediateca
Cap-vert

blogs

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project