OPINIÃO

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

A importância do diálogo nas relações humanas 30 Janeiro 2019

Aquele que, verdadeiramente fala e escuta, está sempre disposto a explicar e a ouvir explicações sobre algo que, por alguma razão, não foi totalmente captado, processado ou compreendido; como disse Arendt, através do “falar” e do “ouvir” podemos “mudar, ampliar, agudizar, iluminar.

Por: José João Neves Barbosa Vicente*

A importância do diálogo nas relações humanas

Valorizar e praticar o diálogo incessantemente são caminhos eficientes para a construção de um mundo de paz e harmonia; o verdadeiro diálogo fortalece as relações entre os homens e ilumina seus caminhos evitando, assim, atitudes e ações prejudiciais à sociedade. Aquele que dialoga não impõe suas ideias ou vontades, não rejeita simplesmente as opiniões contrárias ou divergentes, não se sente o comandante absoluto e nem exige obediência cega e total; o indivíduo que dialoga, escuta, aprecia e analisa todas as ideias, opiniões e experiências, o outro é tão importante quanto ele. Nunca é demais lembrar que, apesar de vivermos no mesmo mundo, a visão que se tem dele depende da situação de;o e da posição de cada um que nele se encontra inserido.

O diálogo não exige a renúncia das opiniões divergentes ou contrárias, mas não dispensa sua apresentação e fundamentação diante de todos, quando isso for necessário. Aquele que, verdadeiramente fala e escuta, está sempre disposto a explicar e a ouvir explicações sobre algo que, por alguma razão, não foi totalmente captado, processado ou compreendido; como disse Arendt, através do “falar” e do “ouvir” podemos “mudar, ampliar, agudizar, iluminar”. O verdadeiro “mundo” de um indivíduo, bem como a sua verdadeira situação, são revelados e conhecidos através do diálogo sincero, jamais por meio de violência ou imposição de ideias e vontades ; praticar e valorizar o diálogo é também uma forma de respeitar o individuo e sua situação no mundo.

Respeitar as opiniões divergentes e estar sempre disposto ao diálogo são algumas das atitudes que fortalecem as relações humanas. Cada um de nós precisa estar apto, não para impor nossas ideais, vontades e opiniões sobre o outro, mas sim para dialogar incessantemente com todos e respeitar suas opiniões e seus modos de pensar. Somos todos diferentes e únicos, não respeitar opiniões divergentes ou contrárias e excluir-se do diálogo, são passos largos rumo à destruição de quem somos e do mundo no qual vivemos.
— -
*Filósofo, professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Editor da GRIOT: Revista de Filosofia.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau

blogs

publicidade

Newsletter

Abonnement

Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project