SOCIAL

A SEMANA : Primeiro diário caboverdiano em linha

A Binter Cabo Verde manifesta a sua discordância com sentença do Tribunal da Comarca da Boa Vista 27 Novembro 2019

A Binter Cabo Verde, que foi condenado pelo Tribunal da Comarca da Boa Vista, junto com o piloto Nuno Miguel, no passado dia 14 deste mês, manifesta a sua absoluta discordância com a sentença proferida, em que foi condenada a pagar uma multa de 4 mil contos, segundo revela o comunicado remetido ao ASemanaonline. A companhia apela para a sua absolvição com o argumento de que o todo pessoal envolvido neste caso agiram de boa fé, tomando as decisões que julgaram necessárias para garantir a segurança dos restantes passageiros do voo.

A Binter Cabo Verde manifesta a sua discordância com sentença do Tribunal da Comarca da Boa Vista

Em resposta a sentença do Tribunal da Comarca da Boa vista, a Binter Cabo Verde, em uma nota enviada a este diário digital, afirma que é uma companhia aérea comercial e não de evacuações médicas e que a responsabilidade deste serviço é do Governo de Cabo Verde.

A fazer fé na mesma fonte, a companhia salienta ainda que , apesar de não ter esta responsabilidade, em 2018 realizou 578 evacuações e, em 2019, fez mais 484, a fim de colaborar com as instituições públicas responsáveis da saúde e Segurança Social.

De recordar com o documento referido, a transportadora aérea foi condenada a uma multa de 4 milhões de escudos e o piloto sofreu uma pena de um ano de prisão com pena suspensa devido ao rejeito de uma evacuação de emergência à Cidade da Praia do Nasolino Pereira Mendes, baleado e esfaqueado no abdómen na ilha da Boa vista.

Depois de uma queixa apresentada na semana passada pelo piloto Nuno Miguel à Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO sigla Inglesa), a Binter afirma que o Ministério da Saúde e da Segurança Social está ciente de que a companhia atuou de forma correta no caso desta evacuação, tendo declarado formalmente, por carta, ao Magistrado do Ministério Público da Boa Vista, que a companhia cumpriu com todos os procedimentos estabelecidos, não tendo responsabilidades no caso.

Em comunicado, a Binter também afirma que o secretário de Estado Adjunto e da Justiça do Governo de Portugal manifestou publicamente o seu apoio diplomático e consular ao comandante português, Nuno Miguel Caseiro, neste processo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade





  • Mediateca
    Cap-vert

    Uhau

    Uhau

    blogs

    publicidade

    Newsletter

    Abonnement

    Copyright 2018 ASemana Online | Crédito: AK-Project