ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ministro de Negócios Estrangeiros de Cabo Verde ouvido no parlamento português sobre Parceria Especial com UE 17 Maio 2017

O ministro dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiano, Luís Filipe Tavares, vai ser ouvido no parlamento português, a convite de deputados dos diferentes partidos, sobre os 10 anos da Parceria Especial com a União Europeia (UE).

Ministro de Negócios Estrangeiros de Cabo Verde ouvido no parlamento português sobre Parceria Especial com UE

A audição do governante cabo-verdiano foi aprovada, nesta terça-feira,16, pela comissão parlamentar de Assuntos Europeus e poderá ocorrer ainda na actual sessão legislativa, portanto, antes das férias de verão, adiantou à Lusa o deputado do CDS-PP Filipe Anacoreta Correia, um dos subscritores deste convite.

A proposta foi promovida por deputados dos vários grupos parlamentares, que em Abril acompanharam o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a uma visita de Estado a Cabo Verde.

“Cabo Verde tem tido um posicionamento de grande proximidade em relação à União Europeia, que é concretizado neste acordo de Parceria Especial e também com o acordo de estabilidade cambial entre o escudo cabo-verdiano e o euro”, referiu o deputado centrista.

Por outro lado, a UE tem reconhecido a Cabo Verde “um estatuto especial”, dada a sua pertença à Macaronésia, juntamente com os Açores, Madeira e Canárias, apontou Anacoreta Correia.

“É um país que, em tudo o que tem a ver com os índices de desenvolvimento, de respeito pela democracia e pela dignidade dos direitos humanos, claramente se aproxima do espaço europeu”, sublinhou. O deputado assinalou ainda que este acordo entre Cabo Verde e a UE é também uma oportunidade para “reforçar o espaço da lusofonia, com mais um país da área de influência lusófona a ter um acordo e um reconhecimento do seu contributo especial para a União Europeia”. A UE e Cabo Verde celebraram na semana passada 10 anos da Parceria Especial, a única do género no continente africano, que abrange várias áreas e cujo último apoio orçamental é de 50 milhões de euros.

A Parceria Especial foi aprovada em Novembro de 2007 (mas o aniversário assinala-se habitualmente em Cabo Verde durante a semana de 09 de Maio, Dia da Europa), institucionalizando um diálogo político regular entre as partes, que começou com a tradicional ajuda pública ao desenvolvimento, logo após a independência do país, em 1975.

A parceria é regulada por seis pilares, nomeadamente a boa governação, segurança e estabilidade, integração regional, convergência técnica e normativa, sociedade da informação e do conhecimento, luta contra a pobreza e desenvolvimento. Fontes:Lusa/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter