POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Luta política no MpD-Porto Novo aquece: Leonildo Oliveira disputa a liderança local com Damião Medina 14 Maio 2017

Leonildo Oliveira e Damião Medina, ambos professores de profissão, encabeçam as listas que vão disputar, a 11 de Junho, a liderança do MpD no concelho do Porto Novo de Santo Antão. Segundo alguns dirigentes, a luta promete ser rija entre as duas candidaturas ventoinhas.

Luta política no MpD-Porto Novo aquece: Leonildo Oliveira disputa a liderança local com Damião Medina

A disputa política no MpD-Porto Novo aquece com o surgimento de mais um candidatura a juntar-se à do actual presidente da Comissão Política Concelhia (CPC), Damião Medina. Trata-se de Leonildo Oliveira, que concorre pela segunda vez à liderança do MpD no Porto Novo - em 2013 a sua lista foi derrotada pela candidatura de Damião Medina. Por isso, Oliveira promete dar um combate político forte ao seu adversário interno e trabalhar para “abrir um pouco mais o partido à juventude e a todos os estratos sociais no concelho ”.

“A nossa candidatura dará ainda um suporte político muito forte à câmara municipal (suportada pelo MpD), mantendo um diálogo construtivo e permanente com o seu presidente e sua equipa”, adianta à Inforpress Leonildo Oliveira, que promete, também, estabelecer “uma relação de complementaridade” com a bancada do partido na Assembleia Municipal do Porto Novo.

Damião desafia com vitórias eleitorais

Já Damião Medina, líder do MpD no Porto Novo desde 2013, avisa (pesquisa a entrevista com concedeu recentemente ao Asemanaonline) “positivo” o seu desempenho à frente do partido a nível local. Por isso, defende que merece “mais um voto de confiança” dos militantes para continuar à frente da formação ventoinha no Porto.

“Vamos para esta eleição com a cara levantada e com sentimento de dever cumprido. Pois, temos a consciência que cumprimos o nosso papel enquanto coordenador do partido nos últimos anos”, disse à Inforpress Damião Medina, que exemplifica com “as três grandes vitórias eleitorais conseguidas” em 2016 no concelho.

Conforme o cronograma definido pela Direcção Nacional, o pleito eleitoral de 11 de Junho servirá para os militantes eleger a Comissão Política Concelhia e Assembleia Regional, que são órgãos que vão dirigir os destinos do MpD-Porto Novo até 2020 – têm um mandato de três anos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter