NÔS TRADISON

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ilha do Fogo: Arrancou a festa do centenário do desenterro da Bandeira de São Filipe 22 Abril 2017

A tradicional festa da Bandeira de São Filipe, que este ano celebra os 100 do seu desenterro, e do Dia do Município de São Filipe, iniciou, esta sexta-feira, uma semana mais cedo, com a realização de algumas actividades. A festa promete ser rija com um forte elenco de artistas, muito rufar de tombares e a lendária corrida de cavalos.

Ilha do Fogo: Arrancou a festa do centenário do desenterro da Bandeira de São Filipe

Conforme a Inforpress, a Casa das Bandeiras, que tem a responsabilidade de organizar a festa do centenário do desenterro da bandeira, visitou, esta tarde, o lar de idosos Madre Tereza de Calcutá, das Irmãs Franciscanas, onde se encontra hospedado o Padre Camilo Torassa, que vai ser uma das figuras a serem homenageadas pela Fundação Casa das Bandeiras.

O grupo de Casa das Bandeiras vai também promover um convívio com os idosos desse lar de acolhimento, devendo, no próximo dia 26, receber nas instalações da Casa das Bandeiras os que frequentam o centro do dia da Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV).

Segundo a mesma fonte, os técnicos do Centro Cultural Brasil – Cabo Verde (CCB-CV) vão ministrar, entre 23 e 25 deste mês, a “oficina brincante” através de realização de actividades lúdicas e formativas que se destinam às crianças dos jardins-de-infância. Eles realizaram, esta sexta feira, uma acção de formação para as monitoras na localidade de Forno (sul de S.Filipe), estando ainda prevista uma outra formação para este sábado, na Casa das Bandeiras.

O largo de Alto São Pedro, é palco, esta sexta-feira e sábado, da minifestival Kriola, com actividades musicais, entre as 14:00 e as 22:00 horas, contando com a participação de grupos locais e do artista Zé Rui de Pina. Além do minifestival, a empresa patrocinadora do certame tem previstas outras actividades musicais com artistas de renome como Neusa, Tito Paris, entre outros.

Revela Inforpress que a cidade de São Filipe já começou a registar uma movimentação diferente do que é habitual, com a chegada de vários emigrantes, sobretudo dos Estados Unidos da América. Nota-se também mais circulação de viaturas e pessoas e os hotéis e pensões estão praticamente cheios- a lotação pode esgotar-se a partir de próxima semana.

A Câmara está, diz ainda a agência de notícias cabo-verdiana, a ultimar a instalação de barracas no Presídio - este é o principal palco das actividades culturais- bem como os stands na Praça de Cruz dos Passos e no Alto São Pedro para a realização de vários tipos de feiras - de saúde, segurança rodoviária, produtos agro-indústriais e derivados.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter