SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Fogo-Brava: Hospital regional carece de médicos e materiais suficientes para o seu funcionamento 19 Abril 2017

O Hospital Regional Fogo-Brava passa por momentos difíceis. É que o mesmo carece de materiais para a esterilização, de médicos especialistas em várias áreas e do número de enfermeiros suficientes para dar vazão às demandas dos utentes das duas ilhas mais a sul de Cabo Verde.

 Fogo-Brava: Hospital regional carece de médicos e materiais suficientes  para  o seu funcionamento

Segundo a Inforpress, o Director Luís Sanches afirma que aquela unidade de saúde enfrenta um “problema crónico” no que concerne à inexistência de equipamentos e materiais para esterilização, o que para ele, constitui uma situação constrangedora no funcionamento do hospital.

Outras inquietações apontadas por este responsável de saúde, são o número insuficiente do pessoal que trabalha ligado à lavandaria, a falta de médicos especialistas - anestesista, cirurgiões, clínicos gerais, oftalmologistas, ortopedistas - e o reduzido número de enfermeiros para responder as demandas dos pacientes, que “em várias ocasiões, sentem-se obrigados a deslocar-se aos Hospitais Centrais da Praia ou do Mindelo”.

Para pacientes internados e seus familiares e funcionários ouvidos por este jornal, todos reconhecem que é preciso aumentar o número de médicos especialistas na Região Fogo/Brava. “Para estas duas ilhas, precisamos de especialistas em ortopedia, estomatologia, oftalmologia, dermatologia e outras áreas para evitar mortes prematuras. Aliás, desde há muito tempo a Direcção do Hospital Regional prometeu melhorar o atendimento e aumentar os recursos humanos, mas os problemas e as reclamações dos pacientes continuam”, defende um funcionário que pediu anonimato.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
publicidade

Cap-vert

Uhau

Uhau