ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Mudanças nas chefias centrais e intermédias da PN: Tito Barros e Daniel de Pina nomeados adjuntos do DN 25 Junho 2016

Os intendentes Daniel de Pina e Tito Barros passam a desempenhar as funções de directores-nacionais adjuntos da Polícia Nacional. Para exercerem o cargo e coadjuvar o novo director-nacional, Emanuel Estaline, vão ser graduados a superintendentes, durante o acto de tomada de posse dos novos titulares dos serviços centrais e intermédios da PN, que deverá acontecer ainda esta semana, na cidade da Praia.

Mudanças nas chefias centrais e intermédias da PN: Tito Barros e Daniel de Pina nomeados adjuntos do DN

Daniel de Pina, antes director nacional do Serviço Social da Polícia Nacional, preenche agora o lugar de número dois na hierarquia da PN. Passa a responder pela área operativa, um posto que antes era ocupado por Alberto Coelho, que vai para a pré-reforma. O segundo adjunto de Estaline é Tito Cardoso Barros, que estava no Comando Regional do Fogo. Barros fica com a área administrativo-financeira, em substituição de Júlio Melício, que está à espera de um novo cargo.

Este jornal sabe ainda que o substituto de Tito Barros no Comandante Regional de Fogo-Brava é o oficial Roberto Fernandes, que antes comandava a esquadra do Mindelo. José Henrique Mendes será o director de gabinete de Emanuel Estaline e dos seus dois adjuntos. Emanuel Spencer – o mais velho na classe dos intendentes que estava colocado no gabinete do director nacional – é o novo director-nacional de Formação. Já o subintendente Fernando Borges deve continuar à frente da direcção da escola de Formação Daniel Monteiro.

A Direcção de Estrangeiros e Fronteira (DEF) vai ser chefiada por Gilberto Alves – que antes era director do gabinete jurídico da PN. Este último posto é preenchido agora por Augusto Teixeira, que estava na DEF. O subintendente José Rui Sanches passa a ser o director nacional de operações e informações policiais. Este cargo era ocupado pelo subintendente Renato Fernandes, que vai assumir o posto de comandante regional da Praia – responde também pela ilha do Maio. O subintendente Pedro Sanches mantém-se, no entanto, no Comando das Unidades Especiais da PN.

As mudanças não ficam por aí. Nas chefias intermédias, o subintendente Orlando Garcia substitui Eugénio Fernandes no comando regional de Santa Catarina de Santiago. Fernandes será o novo director Nacional de Serviço Social da PN, lugar antes ocupado por Daniel de Pina. Benvindo Monteiro, que era comandante nacional da Polícia Marítima (PM), assume, por sua vez, o comando de Ordem Pública. Para o lugar de Monteiro sobe Francisco Pontes, que era o seu adjunto no comando nacional da PM.

Mais: Manuel Alves mantém-se no comando nacional da Guarda Fiscal, enquanto Alcides da Luz continua em São Vicente. Para Santo Antão, vai o subintendente Júlio Semedo. O comissário João Santos foi reconduzido ao comando regional do Sal, que também cobre as ilhas de Boavista e São Nicolau.

O superintendente e ex-comandante regional da Praia, João Vieira, fica a aguardar a sua colocação na PN. O ex-director da PN, o superintendente geral João Domingos de Pina, e o subintendente João José de Pina, ex-director-geral da Viação e Serviços Rodoviários, vão para a pré-reforma.

Conforme as nossas fontes, os nomeados para os cargos referidos devem tomar posse ainda esta semana. Depois disso, haverá mudanças na chefia das esquadras policiais de todo o país.

AN

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter