BREVES NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Uni-CV ministra formação de empreendedores para o sector marítimo 12 Novembro 2017

No âmbito do programa “EMPREAMAR CV”, a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) ministra uma formação de empreendedores a 30 participantes previamente seleccionados, a partir desta segunda-feira, 13, prolongando-se até o dia 19 deste mês, na Escola de Negócios e Governação (ENG), no Campus do Palmarejo. O programa EMPREAMAR CV, que é financiado pela Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), é realizado em parceria com o Instituto Nacional de Desenvolvimento das Pescas (INDP) e o Campus do Mar da Universidade do Vigo. Tem por finalidade melhorar a qualidade de vida das comunidades costeiras que dependem da economia marítima, através da implementação de soluções inovadoras.

Uni-CV ministra formação de empreendedores para o sector marítimo

A formação dura uma semana e visa incutir nos formandos uma cultura empreendedora voltada para o sector do mar. “Serão levadas a cabo várias dinâmicas desde a criação de uma ideia de negócios, à metodologia do design thinking, passando pelo plano de negócio até à sua chegada ao mercado”.

De acordo com a organização, o programa está dividido em quatro fases, sendo a primeira destinada ao treinamento em empreendedorismo e ao reforço da capacidade empreendedora e habilidades empresariais, com uma carga horária de 32 horas, dividida em três módulos. Já na segunda fase, serão identificadas as ideias empresariais mais sólidas e sustentáveis. A terceira será a da pré-incubação das empresas criadas nesse âmbito, e a última fase estará voltada para a incubação e assistência técnica na implementação do plano de negócios.

De referir que num universo de mais de 160 candidaturas concorrentes, foram seleccionados 30 participantes, cujas ideias foram as mais “consentâneas” com o objectivo do Programa. "Estes seleccionados, que são provenientes dos diversos municípios de Cabo Verde, deslocar-se-ão à Cidade da Praia para esta acção de formação que se inicia na próxima segunda-feira, sem quaisquer custos pessoais”, informa a nossa fonte.

O programa em apreço visa contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas que dependem da economia marítima através da implementação de soluções inovadoras. O mesmo é financiado pela Agência Espanhola Internacional para o Desenvolvimento. Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau