Autárquicas 2016

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ulisses Correia e Silva destaca a "grande vitória da democracia" 05 Setembro 2016

O presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, destaca a grande vitória do seu partido nestas eleições autárquicas e a afirmou que todas as metas foram atingidas. Para Ulisses Correia e Silva, venceram as "melhores propostas" e "soluções". "Foi uma vitória da democracia Cabo-verdiana e do grande partido que é o MpD", disse.

Ulisses Correia e Silva destaca a

Para o líder das ventoinhas, os cabo-verdianos responderam positivamente as propostas dos candidatos do MpD e demonstraram isto com o voto de confiança expresso nas urnas. "Os nossos candidatos venceram com autonomia. Deram a cara pelos seus projectos e demonstraram que, de facto, conseguiram convencer eleitorado", disse, realçando que venceu que estava realmente preparado para tal.

Correia e Silva garantiu ainda que, apesar desta vitória histórica do MpD que, enquanto primeiro-ministro, vai trabalhar com todos os presidentes das Câmaras, independentemente da cor politica."Vamos trabalhar de forma igual, sem qualquer tipo de discriminação política ou partidária, com todos os presidentes das Câmaras e das Assembleias Municipais".

"É uma vitória do desenvolvimento e vamos trabalhar juntos com todos os eleitos municipais para que possamos concretizar aquilo que são os grandes compromissos para o futuro próximo, que passa por gerar mais empregos, mais rendimentos às famílias, fazer a economia das ilhas funcionar, criar oportunidades para os nossos jovens, reduzir a pobreza e fazer com que a felicidade chega a cada de cada um dos cabo-verdianos", pontua o presidente do MpD.

Questionado quanto aos resultados alcançados na ilha da Boa Vista, em que o candidato do MpD, José Pinto Almeida, perdeu as eleições para o dissidente José Luís Santos, do Grupo Independente Boa Vista Avente Sempre Trabalhando Arduamente (BASTA), Ulisses Correia e Silva disse interpretar estes resultados com "normalidade", uma vez que o povo é livre de fazer as suas opções.

"Isto é sempre resultados de opções e das escolhas locais dos munícipes, que respondem as propostas dos candidatos. Nisto a democracia funcionou e nós respeitamos os resultados. A que destacar que o PAICV não venceu na Boa Vista e que o MpD esteve forte. Mas apesar disso vamos trabalhar com o grupo independente para desenvolvimento da ilha", assegura.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau