INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Síria: Sobe para 23 número de mortos no bastião rebelde de Idlib 08 Janeiro 2018

O número de mortos numa explosão, hoje, no quartel-general de combatentes ’jihadistas’ em Idlib, noroeste da Síria, subiu para 23, incluindo sete civis, refere o último balanço feito pelo Observatório sírio de direitos humanos (OSDH).

Síria: Sobe para 23 número de mortos no bastião rebelde de Idlib

"Registou-se uma violenta explosão no quartel-general dos Soldados do Cáucaso na cidade de Idlib, que matou 23 pessoas, incluindo sete civis", declarou à agência noticiosa France-Presse (AFP) o diretor da OSDH, Rami Abdel Rahmane, sem precisar o número de vítimas civis. Anteriormente a organização tinga dado conta de 18 mortos.

Dezenas de pessoas também ficaram feridas na explosão, na maioria combatentes, indicou Abdel Rahmane, acrescentando que o quartel-general dos "Soldados do Cáucaso" foi totalmente destruído, e os edifícios circundantes seriamente danificados.

O Observatório, que garante uma vasta rede de fontes no terreno, não conseguiu determinar se a explosão foi provocada por um carro armadilhado ou por um ’drone’ da coligação internacional ’anti-jihadista’ ou da Rússia, aliada do regime de Damasco.

Nas redes sociais, diversas pessoas referiram-se a uma viatura armadilhada.

A província de Iblid está quase totalmente controlada pela Hay’at Tahrir al-Sham (Organização para a Libertação do Levante), uma aliança formada em torno da ex-filial síria da Al-Qaida, e de outras fações armadas com combatem as forças governamentais do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

Esta região tem sido palco de violentos combates entre o regime sírio e o seu aliado russo, e os grupos rebeldes e ’jihadistas’, em torno do controlo do eixo rodoviário que une Alepo, segunda cidade do país, à capital Damasco.

O conflito na Síria, iniciado em 2011, complicou-se com o envolvimento de países estrangeiros e de grupos ’jihadistas’, num território cada vez mais partilhado. Provocou 340.000 mortos e milhões de refugiados e deslocados. NM

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau