LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Sinais de reconciliação na Guiné-Bissau: Direcção do PAIGC reuniu com deputados expulsos 16 Maio 2017

Surgem sinais para uma eventual reconciliação política na Guiné-Bissau. É que, na sequência de apelos nacionais e internacionais para a reconciliação interna no seio do PAIGC que ganhou as últimas eleições legislativas - partido a braços com dissidências de dirigentes - alguns deputados expulsos dessa força política estiveram hoje (15) reunidos com a Direcção. Entre os 15 deputados expulsos do PAIGC, cinco estiveram reunidos com o secretário nacional Aly Hijazi.

Sinais de reconciliação na Guiné-Bissau: Direcção do PAIGC reuniu com deputados expulsos

Segundo a RFI, foi um encontro rápido, na sede do PAIGC, em Bissau, ao qual compareceram cinco deputados do chamado grupo dos 15 parlamentares dissidentes - expulsos do partido em Janeiro de 2016. Comparecerem à sede do PAIGC os deputados Abel da Silva, Aurora Sanó, Eduardo Mama Baldé, Tumane Mané e Baciro Djá. Este último, recorda-se, era até à sua expulsão, terceiro Vce-Presidente do partido, e mais tarde chegou a ser Primeiro-ministro da Guiné-Bissau por indicação do presidente José Mário Vaz.

O porta-voz Tumane Mané saudou a iniciativa, mas disse que o grupo precisa concertar-se para depois voltar a falar com a direcção do partido. Mas admitiu que tudo aponta para que venha acontecer uma reconciliação no seio do PAIGC, que ganhou as últimas eleições legislativas.

A afinar pelo mesmo diapasão está o secretário-geral Aly Hijzazi, que realçou a importância desse encontro, prognosticando esperança para uma reconciliação dentro em breve entre a família política do partido fundado por Amílcar Cabral.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau