NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Sérgio Godinho lança o seu novo disco “Nação Valente” em Lisboa 20 Janeiro 2018

Sérgio Godinho lança, no dia 02 de Fevereiro, o seu novo disco intitulado “Nação Valente” à porta dos Armazéns do Chiado, em Lisboa, Portugal. O acto está projectado para ser um verdadeiro “Encontro Marcado” com a capital e todos os fãs do artista.

Sérgio Godinho lança o seu novo disco “Nação Valente” em Lisboa

O “escritor de canções” irá revelar, pela primeira vez ao vivo, alguns dos novos temas. Segundo a organização, o concerto será assim um aquecimento e uma “amostra” da experiência reservada para os primeiros concertos desta tour, já marcados para dias 23 e 24 de Fevereiro no Capitólio (Lisboa) e 3 e 4 de Março, na Casa da Música (Porto).

Conforme a equipa da imagem do artista, a apresentação será seguida de uma sessão de autógrafos no fórum da Fnac do Chiado para todos quantos se apresentem com o novo disco “Nação Valente” ou algum dos outros álbuns do catálogo de Sérgio Godinho.

Entretanto, a descoberta de “Nação Valente” vai prosseguindo, ontem,19, ao final da tarde: o cantautor revelou “Noite e Dia”, uma letra de Sérgio Godinho para uma música do pianista e compositor Filipe Raposo. Seguramente um dos grandes momentos de “Nação Valente”, uma nova crónica do quotidiano, realista e incómoda, que nos desafia a não olhar para o lado.

A fazer fé na sua produtora, o cd referido chega às lojas dia 26 de Janeiro. O 18.º álbum de estúdio, quebra o período de sete anos em que Sérgio Godinho não publicou discos de originais.

Este é, portanto, um regresso muito desejado, tem produção de Nuno Rafael, um dos seus habituais “assessores”. O mesmo conta com a partilha na composição das canções com alguns dos nomes que Sérgio Godinho mais respeita da música nacional. Cita alguns como David Fonseca, Filipe Raposo, Hélder Gonçalves, Pedro da Silva Martins ou um velho companheiro, José Mário Branco. Márcia é outro dos nomes que aparece aqui, por ter o único tema no disco para o qual Sérgio Godinho faz uma versão. “Nação Valente” Tem ainda a colaboração do “multidisciplinar” Filipe Melo que soma à sua participação enquanto músico, os (memoráveis) arranjos para cordas e sopros.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau