POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Olavo Correia: Quem não prestar contas no tempo certo será responsabilizado pelos erros e omissões 18 Julho 2017

O Ministro das Finanças de Cabo Verde, que também Tutela da Administração Pública (AP), Olavo Correia, defendeu, esta segunda-feira,17, que é preciso cobrar responsabilidades aos servidores públicos, particularmente pelos erros e omissões na prestação de contas dos erários públicos.

Olavo Correia: Quem não prestar contas no tempo certo será responsabilizado pelos erros e omissões

“Quem assume responsabilidades na AP, direta ou indirceta, tem de saber, desde o primeiro dia, que está obrigado ao dever da prestação de contas. Entretanto, não existe a cultura de prestação de contas ao nível da AP. Isto não pode continuar”. Olavo Correia é categórico em afirmar que, “o dinheiro é dos contribuintes”, por isso existe a obrigação de prestar contas. E quem não prestar contas, no tempo estipulado pela lei, avisa o Ministro, “tem que passar a ser responsabilizado pelos erros e pelas omissões”.

Olavo Correia que falava na abertura da formação que arrancou hoje, na cidade da Praia, sobre o “Reforço da Responsabilização e Autonomia dos Fundos e Serviços Autónomos e Institutos Públicos”, dirigida a gestores dos Institutos Públicos, Fundos e Serviços Autónomos, referiu que, só com esta mudança de atitude é que “poderemos formatar a nossa Administração”, tornando-a eficiente, célere e que preste um bom serviço aos cidadãos e às empresas. A par disso, tornando a Máquina Pública cabo-verdiana mais transparente e que preste contas não só ao Governo, mas também aos cidadãos. “Porque a Administração existe não para servir o Governo, mas sim aos cidadãos”, disse o Ministro.

A Tutela da Administração Pública defendeu ainda que, aliando medidas e políticas adequadas a uma liderança forte e focada, com quadros qualificados e empenhados, “seremos capazes de formatar esta Administração que o país precisa”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau