REGISTOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Mulher pelada invade casa trancada, dorme com criança e é acusada de bruxaria 08 Mar�o 2017

Uma família sul-africana terá enfrentado um "trauma" depois de encontrar uma mulher estranha pelada na cama da filha mais nova. A mãe de 34 anos, Casma Selepe, comentou a descoberta aterrorizante que foi feita em sua casa, em Solomondale.

Mulher pelada invade casa trancada, dorme com criança e é acusada de bruxaria

O marido de Casma não estava em casa quando colocou as crianças na cama, às nove da noite, e foi dormir. Mas assim que acordou, antes de amanhecer, se deparou com uma surpresa desagradável: uma mulher pelada na cama de sua filha.

“Minha filha mais nova tem quatro anos e dorme no quarto comigo e com meu marido, em um colchão separado. Ela dormia em paz quando meu marido chegou em casa e me acordou, perguntando quem era a pessoa dormindo ao lado na nossa menina”, contou Casma ao “The Sun”.

A intrusa misteriosa não vestia roupas e não respondeu quando os moradores perguntaram o que estava fazendo lá e como tinha entrado na casa. A família ficou assustada porque todas as portas e janelas estavam fechadas e trancadas de forma segura.

Alguns membros da comunidade culparam bruxaria pela intrusão inexplicável. O líder da comunidade de curandeiros tradicionais da África do Sul, doutor Sylvestre Hlathi, afirmou não saber se a mulher sofria de doenças psicológicas ou estava possuída por bruxas.

“Nós chamamos nosso pastor e alguns vizinhos para ajudar. Eles ficaram tão chocados quanto nós pelo incidente e todos tentaram tirar informações da mulher, mas ela não dizia nada. Então, a levamos para o lado de fora de casa e a amarramos a uma árvore para lidar com a situação do nosso jeito e queríamos que a comunidade pudesse vê-la”, disse Casma.

Foi só no outro dia que as autoridades se envolveram no caso, de acordo com o depoimento da mãe. “Ficamos surpresos quando a polícia apareceu em nossa casa na manhã seguinte para resgatar a mulher porque nosso questionamento estava ficando um pouco brutal”.

Casma afirma que seus filhos ficaram traumatizados e estão morando com parentes porque têm medo de voltar para casa. A polícia identificou a pelada como uma mulher de Moçambique e a encaminhou ao hospital para avaliação psicológica. A investigação contínua em andamento.

Fonte: iG

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau