LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Moçambique: Consensos no diálogo político entre Frelimo e Renamo 08 Fevereiro 2018

O chefe de Estado moçambicano e o líder da Renamo, principal partido da oposição, alcançaram consensos no diálogo político visando o alcance da paz efectiva no país.

Moçambique: Consensos no diálogo político entre Frelimo e Renamo

Segundo a agência AFP, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, fez, nesta quarta-feira, uma comunicação à nação, a partir do palácio da ponta vermelha em Maputo.Com base no entendimento conseguido entre as duas forças políticas, os governadores passam a ser nomeados pelo Presidente da República sob a indicação da força política que vencer em cada província. Filipe Nyusi anunciou ainda que as mudanças vão exigir a revisão da Constituição.

Já há consensos no capítulo da descentralização de poderes em moçambique, anunciou o chefe de Estado. Filipe Nyusi indica que as mesmas poderão vigorar após as eleições gerais de 2019; "a província passará a ser chefiada por um governador nomeado pelo Presidente da República sob proposta apresentada pelo partido político, coligação de partidos políticos ou grupo de cidadãos eleitores que obtiver maioria de votos das eleições da assembleia provincial".

Do acordo total alcançado com o líder da Renamo Afonso Dhlakama, Filipe Nyusi destaca também, entre outros aspectos, alterações profundas na lei eleitoral, deixando claro que "será necessária a revisão pontual da Constituição da República de Moçambique".

O alcance da paz efectiva que é o que o povo moçambicano mais esperava ouvir nesta comunicação do chefe de Estado fica agora refém do desfecho do debate sobre as questões militares, segundo revela a AFP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau