SERÁ NOTÍCIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Ministério da Educação quer aulas de alfabetização em braille na ilha de S. Nicolau a partir do próximo ano lectivo 30 Junho 2017

O Ministério da Educação pretende implementar, a partir do próximo ano letivo, na ilha de São Nicolau, as aulas de alfabetização em sistema braille, destinado a 30 deficientes visuais. A medida, tomada no quadro da visita efetuada àquela ilha, pela Ministra, Maritza Rosabal, será articulada com a delegação da Educação em parceria com a ADVIC.

Ministério da Educação quer aulas de alfabetização em braille na ilha de S. Nicolau a partir do próximo ano lectivo

Maritza Rosabal que, durante a sua visita à ilha de São Nicolau, estabeleceu vários contactos a nível da família e inclusão social, cuja sua principal deslocação à ilha de Chiquinho foi discutir o processo de municipalização dos serviços sociais em curso e analisar a áreas de cooperação, assumiu vários compromissos entre o seu Ministério e as Câmaras.

Entre esses compromissos destacam-se, sobretudo, as áreas de cooperação no domínio de levantamento do Cadastro Social Único nas Localidades prioritárias dos dois municípios a ocorrer em meados do mês de julho. Nesta ordem, o Ministério assumiu o compromisso na formação e capacitação das equipas e disponibilização de plataforma de levantamento e registo, para alem do reforço da equipa de levantamento.

No que se refere ao ensino do pré-escolar, o MFIS vem subvencionando crianças do município de Ribeira Brava, como forma de garantir a frequência de crianças que encontravam fora do sistema por motivos financeiros. A perspectiva para próximo ano é continuar com o processo de subvenção e alargar a outras estruturas, nomeadamente a da Câmara Municipal, que se encontra em fase de construção, e que irá albergar as crianças do actual jardim da Fundação Cabo-verdiana de Solidariedade Social.

Quanto ao processo de municipalização, as equipas já foram integradas nas Câmaras Municipais e já foram enviados projetos de Intervenção na área social a serem financiadas pelo MFIS, no valor de 1.482.438$00, para Câmara de Ribeira Brava e 1.405.799$00 para a Câmara Municipal de Tarrafal.

Os projectos visam reforçar intervenção das Câmaras no domínio de acesso à saúde, educação, reabilitação habitacional, actividades geradoras de rendimento, todas serão executadas durante o ano de 2017.

Para além dos custos referente aos programas sociais, o MFIS transfere mensalmente às Câmaras recursos financeiros para cobrir custos com pessoal e funcionamento.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau