NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Kavala Fresk Feastival: Novo produto turístico de São Vicente 25 Julho 2015

O coração de Mindelo bate este sábado na Avenida Marginal com a 3ª edição do Kavala Fresk Feastival. Mais do que um festival gastronómico, a KFF junta o que de melhor São Vicente sabe fazer e tem para mostrar: música, teatro, desportos náuticos, show off e a vida boémia que gravita ao redor de uma das baías mais bonitas do mundo, tendo o Monte Cara como pano de fundo. É um evento que está a ganhar forma a cada ano e caminha a passos largos para um sustentado produto turístico de São Vicente.


Por Carina David----

Kavala Fresk Feastival: Novo produto turístico de São Vicente

“V’nida marginal é k’ta na moda, V’nida marginal é k’ta morrê pêxe” vai acontecer de forma literal este sábado, com o Kavala Fresk Feastival. E tudo leva a crer que este ano esta proposta que nasceu tímida, mera degustação, hoje expande-se para passeios de barco pela Baía ao som de muita música e petiscos, “Tentamos melhorar o evento em tudo. Em termos de restauração, este ano temos mais oito restaurantes do que na edição anterior. Ou seja, teremos no total 26 restaurantes para servir as pessoas”, anuncia Josina Freitas, membro da Mariventos, organizadora do Kavala Fresk Feastival que arranca às 12h de sábado e vai até às 2h de domingo.

Cada restaurante tem a responsabilidade de contactar um armador de pesca para garantir o seu stock de cavala. Por isso, antecipadamente é impossível prever a quantidade de peixe que será servido no festival. “Na primeira edição as pessoas não sabiam o que era o KFF. Então contactamos os armadores que levaram o produto de carro para vender aos restaurantes. Com as bases lançadas, cada restaurante chama os armadores para pedir a quantidade de cavala que quiser. Por isso é complicado dizer a quantidade de peixe”, diz a organizadora.

Agitar a Baía do Mindelo

E as expectativas aumentam de ano para ano, tendo em conta os milhares de pessoas que aderiram ao evento nas duas últimas edições. A organização acredita que o Kavala Fresk Feastival vai agitar toda a Baía do Mindelo, atraindo à volta de 40 a 50 mil pessoas, com actividades que começam no Museu do Mar e vão até a Praça Nhô Roque. “Este ano criámos um espaço novo denominado recreio na Praça Nhô Roque para que os pais possam se divertir com seus filhos, porque o KFF é uma actividade para a família”.

O certame dará ainda destaque aos desportos aquáticos como caiaque, natação, corrida de botes, sup paddle, surf, que outrora movimentaram a Baía do Porto Grande, através do Clube Náutico - antigo Armazém das Alfândegas do Mindelo. “Desde o primeiro ano incentivámos a prática dos desportos náuticos.

Este ano o Comité Olímpico associou-se a nós e vai patrocinar os prémios de natação e da corrida de botes. Também temos o apoio da Direcção Geral dos Desportos, o que para nós é muito bom porque estamos a potenciar os desportos de alto rendimento náutico e a projectar São Vicente”, acredita Josina Freitas.

A música estará presente através de Grace Évora, cabeça de cartaz do KFF, e do trio Djoy Delgado, Nhela e Djeepz, que vão aproveitar o festival para gravar um videoclipe do “Kavala Fresk”. Já o espaço “Karnavala" promete levar brilho e cor à Avenida Marginal com os grupos de Carnaval.

A economia mindelense também ganha. É que, para além dos 26 restaurantes, das esplanadas e barracas improvisadas, o evento desafoga as economias criativas, consideradas importantes para alavancar a ilha. “Estamos a trabalhar com sete empresas de áreas diferentes de prestação de serviço envolvidas no festival. Isto mostra que estamos a conseguir movimentar a economia”, explica a integrante de Mariventos, que anuncia ainda o concurso do melhor grito de “Kavala Fresk”.

Essas ofertas formam o Kavala Fresk Feastival como um novo produto da cidade do Mindelo – o turismo gastronómico, cada vez mais procurado por turistas e emigrantes ávidos de saborear uma cavala na brasa, frit, grelhód, fumado, no forno, em caldo de peixe, no calor da morabeza e ao som de uma boa morna ou coladeira.

Ficha técnica

3ª Edição do Kavala Fresk Feastival
Hora: 12 a 2 horas.
Local: Avenida Marginal
26 restaurantes espalhados pela Avenida Marginal

Sete empresas envolvidas na produção do evento
Actividades: Desporto Náutico, teatro, música, gastronomia, recreio, exposições

Artistas: Grace Évora, Djoy Delgado, Nhela e Djeepz e Tito Paris
Público esperado: 40 a 50 mil pessoas no festival

http://videos.sapo.cv/EH19KYFQZ7DB83zergZk

http://fotos.sapo.cv/asemana/albuns/?aid=155

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau