MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Japão: ANA obriga cadeirante a rastejar para entrar no avião 06 Julho 2017

Japão: ANA obriga cadeirante a rastejar para entrar no avião

— Seja qual for o motivo, fiquei com a impressão de que eles não me queriam a bordo! — disse Kijima(foto de rodapé) ao jornal The Japan Times.

Depois que o próprio contou, na quarta-feira passada, a sua história na televisão e jornais, a ANA pediu-lhe desculpas e informou que estava a providenciar para que tais casos não se repitam instalando elevadores.

Kijima dirige uma organização sem fins lucrativos, vocacionada para oferecer informações sobre viagens a pessoas com deficiência. Entre os seus clientes estão turistas estrangeiros.

Critérios diferiram na ida

Na chegada a Amami, a ANA permitira a três pessoas que estavam com Kijima que o levassem na sua cadeira de rodas até à pista.

No entanto, na volta para Osaka, em 5 de junho, os funcionários da companhia não permitiram que Kijima obtivesse ajuda similar para embarcar no avião, afirmando que era contra as regras da empresa que pessoas transportassem passageiros em cadeiras de rodas até à rampa de embarque.

O porta-voz da ANA afirmou ao The Japan Times que a atuação da companhia se devera a "preocupações de segurança", mas que desde 14 de junho começara a instalar equipamentos para ajudar os passageiros com deficiência.

Kijima contou que – desde que aos 17 anos ficou paralisado depois de um acidente num jogo de râguebi — já viajou por 160 países e usou mais de 200 aeroportos. Em muitos casos, não havia equipamento especial para os deficientes, mas em 27 anos sempre obteve ajuda para embarcar e desembarcar.

Lei que proíbe discriminação é nova

— No Japão, a lei que proibe a discriminação de pessoas com deficiência finalmente entrou em vigor em abril do ano passado — disse Kijima ao The Japan Times.

Agora espera que o seu caso seja "um exemplo para encontrar soluções evitando casos de discriminação como este" e que " a lei incentive as autoridades e as companhias aéreas a resolver problemas similares sem incidentes".

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau