LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Guiné-Bissau: Veterano de guerra obrigado a esclarecer afirmações sobre alegado golpe de Estado 18 Maio 2017

O veterano de luta pela independência da Guiné e Cabo Verde, o coronel Manuel dos Santos, foi notificado pelo Ministério Público para esclarecer as recentes afirmações sobre a alegada iminência de um golpe de Estado. O Ministério Público quer, segundo anunciou o jornal o « A Bola-África», ouvir Manuel dos Santos esta quinta-feira,17.

Guiné-Bissau: Veterano de guerra obrigado a esclarecer afirmações sobre alegado golpe de Estado

Conforme a imprensa local, foi numa entrevista ao Diário de Notícias de Portugal que o veterano, que foi várias vezes ministro de sucessivos governos na Guiné-Bissau, defendeu que estaria iminente um golpe de Estado, tendo em conta a crise política e o impasse que se vive há cerca de dois anos se regista na Guiné-Bissau.

Questionado sobre as polémicas afirmações, justificou que as suas palavras «foram mal interpretadas, por terem sido proferidas num contexto de hipótese».

«O que disse foi no condicional - a Guiné-Bissau poderá estar na iminência de um golpe de Estado. Para quem fala português sabe que poderá é uma eventualidade», sublinhou Manecas dos Santos, citado pelo jornal o «A Bola-África».

O coronel, atualmente membro do Bureau Político do PAIGC (Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde), afirmou não temer depor no Ministério Público, onde irá «reafirmar» as suas palavras, por serem, notou depois, «apenas uma opinião».

Segundo a mesma fonte, o veterano de guerra guineense referiu ter amigos em todos os quadrantes do país, quer na administração civil quer na militar, embora tenha deixado de pertencer ao Exército desde 1976, quando passou à reserva.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau