INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Guerra iminente: Coreia do Norte lança novo míssil que percorreu 700 quilómetros 15 Maio 2017

A Coreia do Norte levou a cabo, este domingo, um novo teste de míssil, a partir da sua base de Kusong, a norte de Pyongyang, que chegou a percorrer 700 quilómetros.

Guerra iminente: Coreia do Norte lança novo míssil que percorreu 700 quilómetros

Este é o segundo disparo de um míssil realizado pelo regime de Pyongyang em cerca de duas semanas e o primeiro depois da eleição de Moon Jae-In para a presidência da Coreia do Sul.

As autoridades sul-coreanas indicaram que o míssil, percorreu cerca de 700 quilómetros antes de cair no Mar do Japão, pelo que o ensaio terá sido bem-sucedido, considerando tratar-se de um míssil balístico, apesar de continuarem a proceder à análise dos detalhes do lançamento para determinar o tipo de projéctil em causa.

O Presidente da Coreia do Sul, que tomou posse esta semana, afirmou que o lançamento norte-coreano constitui uma "clara" violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e um "grave desafio" à paz e à segurança internacionais.

A Coreia do Sul está a "deixar aberta a possibilidade de diálogo", "mas devemos lidar de forma severa com a provocação para impedir erros de cálculo por parte da Coreia do Norte", afirmou ainda Yoon Young-chan, citando o chefe de Estado sul-coreano.

O Japão também já reagiu ao novo teste por parte da Coreia do Norte, com o primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, a afirmar que é "absolutamente inaceitável" e que Tóquio vai responder resolutamente, tendo, entretanto, apresentado um protesto à Coreia do Norte através da embaixada do Japão em Pequim.

Shinzo Abe afirmou ainda que as autoridades estão a analisar as eventuais implicações do lançamento norte-coreano. Pouco depois, a ministra da Defesa do Japão, Tomomi Inada, avançou a possibilidade de o míssil disparado por Pyongyang ser de um novo tipo, dada a altitude e a duração do seu voo.

Tomomi Inada explicou que o projéctil voou aproximadamente meia hora e a uma altitude superior a 2.000 quilómetros, mas ressalvou a necessidade de mais análises para confirmar a possibilidade que avançou.

Fonte: G1 - Mundo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau