ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo de Cabo Verde assina Convenções de Estabelecimento com Imobiliária de Salamansa e TRG Praia 02 Dezembro 2017

O Governo de Cabo Verde assinou, nesta sexta-feira, 01, duas Convenções de Estabelecimento que irão dar um novo impulso na qualidade de oferta turística e ambiental nas ilhas de São Vicente e de Santiago, e gerar, ao mesmo tempo, emprego no país. A cerimónia aconteceu na sala de reuniões do Ministério da Economia e Emprego, Cidade da Praia, e foi presidida pelo titular da pasta da Economia e Emprego, José Gonçalves.

Governo de Cabo Verde assina Convenções de Estabelecimento com Imobiliária de Salamansa e TRG Praia

O Governo considera estes dois projectos uma “grande valia”e, por isso, declara-os de interesse excepcional, no quadro da sua estratégia de desenvolvimento socioeconómico do país. “Espera que terão um impacto positivo para o país, por representarem investimentos que geram emprego, formação profissional e aumentam quantitativa e qualitativamente a capacidade de alojamento em Cabo Verde.

Capitais e criação de postos de trabalho

Em comunicado, revela o governo que uma das Convenções foi assinada com a Imobiliária Turística de Salamansa (ITS-SA). Visa facilitar a implementação do projecto “Urbanização da Fase 1”, na zona de DesenvolvimentoTuristico Integral de Salamansa em São Vicente. A outra foi estabelecida com a TRG Praia, que pretende implementar o projecto de construção do Hotel Hilton, com categoria de cinco estrelas e que será gerido pela cadeia hoteleira Hilton Worldwide.

A mesma fonte garante ainda, que o investimento global da “Urbanização da Fase 1 da ZTS” está orçado em cerca de 180 milhões de Euros, dos quais, 55 milhões de Euros se destinam a infra-estruturas de rede, produção e distribuição de energia e água, recolha e tratamento de águas residuais, construção de praia artificial, construção do hotel âncora e financiamento de infra-estruturas sociais relevantes para a aldeia de Salamansa. “Este projecto irá gerar, pelo menos, 2.300 empregos permanentes, sendo 700 empregos directos”.

Já o Projecto de construção do hotel Hilton Praia será constituído por 201 quartos, restaurantes, bares, zonas de lazer e entretenimento, piscinas gerais e privativas, SPA, Health Club, Centro de Convenção, Salas de reuniões, entre outras unidades necessárias ao funcionamento do empreendimento.

“A implementação deste Projecto, que conta com um orçamento de 45 milhões de euros, vai gerar cerca de 150 empregos directos, além de representar um aumento significativo da capacidade de acolhimento turístico do país”, conclui a nota do MEE. Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau