MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Feliz, suposto fantasma de condessa conversa com visitantes de castelo em Gales 09 Julho 2017

O Castelo de Gwrynch tem sido palco de situações assustadoras e misteriosas. Os cachorros da propriedade estão sempre assustados, já que uma "mulher fantasma" é presença constante nos cómodos da construção e, no último fim de semana, os níveis de paranormalidades do prédio subiram alguns degraus, segundo especialistas. Isso porque o espectro da "moradora" teria superado a timidez e conversado com os visitantes.

Feliz, suposto fantasma de condessa conversa com visitantes de castelo em Gales

De acordo com o portal The Mirror, as atividades paranormais começaram a ser percebidas há três anos, quando uma série de reformas modificaram a rotina do castelo e seus jardins. Alguns especialistas imaginaram que a suposta fantasma poderia estar irritada com as restaurações, que ainda estão em curso.

Instigado pelas incógnitas que permeiam a construção do século 19, um grupo de caça-assombrações, intitulado Paradox Paranormal , resolveu procurar com seus próprios olhos – e ouvidos – a famosa assombração da cidade de Abergele, no País de Gales.

Liderados por Paul Rowland, os membros do grupo iniciaram a exploração com todos os equipamentos necessários: levaram diversas câmeras, microfones e luzes ultravioletas, focados em encontrar respostas e provas materiais das lendas que rodeiam o lugar.

Eles começaram pela área dos antigos estábulos da construção, e quando pergutaram em voz alta "como você está se sentindo em relação às reformas no castelo?", Rowland revelou, segundo o The Mirror , que o espectro não pensou duas vezes antes de responder que estava feliz .

Estupefatos com a descoberta, os caça-assombrações compartilharam a informação com Mark Baker, um historiador local e fundador do Fundo de Preservação do Castelo de Gwrynch, e ele tem um palpite muito interessante: a assombração seria, na verdade, o fantasma da Condessa de Dundonald (ver foto na rada pé da noticia)

Dois anos atrás, uma torre abandonada desde 1940 foi reformada e ganhou os detalhes da construção original, da época em que a Condessa Winifred Bamford-Hesketh viveu no castelo. A mulher chegou ao local em 1894 e só abandonou o prédio em 1924, quando faleceu.

"Eu literalmente pedi para o Paul tocar a gravação dezenas de vezes porque fiquei espantado", Baker contou ao mesmo portal. Ele declarou que faz caçadas a assombrações no castelo, com o objetivo de arrecadar dinheiro para as reformas e, agora, pode ser que a nova descoberta atraia novos curiosos.

As assombrações da mais famosa ilha da Europa

Prédios históricos do Reino Unido são ótimos esconderijos para espectros que decidiram prolongar sua estadia aqui na Terra. Se o castelo de Gwrynch tem um morador simpático, o asilo Newsham Park abriga um que gosta de pregar peças nas pessoas .

No mês de junho, um grupo de 29 pessoas, liderado pelo caçador de aparições Phillip Barron, de 45 anos, foi fotografado antes de iniciarem uma investigação pelo abandonado – e mal-assombrado, asilo. Mas a assombração pode ter aparecido antes mesmo de a busca começar.

Segundo informações do portal Liverpool Echo , Barron contou que sempre tira uma foto dos participantes de suas caçadas antes de iniciá-las, e depois de fazer a fotografia, ele simplesmente coloca o celular no bolso. Na manhã seguinte, quando o homem foi publicar a foto no Facebook, percebeu que era possível contar 30 pessoas na imagem, em vez das 29, mas ninguém conhecia ou sequer havia visto este intruso. Mais de um mês depois, o caso do fantasma ainda não foi solucionado. Fonte: Ultimo Segundo iG

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau