POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Desafio do novo líder do PAICV-Paul: Nilton Delgado quer recuperar a Câmara Municipal 15 Maio 2017

O professor Nilton Delgado é o novo líder do PAICV no concelho de Paul de Santo Antão. O jovem político, que foi democraticamente eleito em conferência de sector realizada na final da semana passada, estabelece como meta trabalhar para que o PAICV reconquiste a Câmara Municipal nas próximas eleições autárquicas no concelho. É que, segundo denúncia, a actual equipa de António Aleixo é a pior que autarquia já teve até agora.

Desafio do novo líder do PAICV-Paul: Nilton Delgado quer recuperar a Câmara Municipal

O político desafia que quer trabalhar para restituir a esperança às populações locais, que estão desiludidas e descontentes com «a gestão desastrosa» daquele município de Santo Antão pelo MpD. «Todo o trabalho a ser realizado deverá culminar - é esta a nossa meta principal - com o PAICV como poder autárquico no concelho do Paul nas próximas eleições», avisa Delgado.

O novo timoneiro dos tambarinas nas terras do poeta Januário Leite diz, no entanto, que a primeira tarefa que a sua liderança terá que realizar é a organização interna do partido. Tudo por considerar que só com isso « o PAICV pode desenvolver um trabalho que vá ao encontro à sua responsabilidade, que é de fazer uma oposição forte, credível e de uma fiscalização responsável do trabalho dos governos central e local».

Aunucia ainda o novo 1º secretário da formação tambarina no Paul, que pretende reorganizar as estrutures e mobilizar todos os militantes para o trabalho partidário. «Essa reorganização passa por ‘higienizar’ a base de dados de militantes e resgatar os antigos militantes e activistas - que outrora muito deram por este partido e por Cabo Verde de uma forma geral, mas que hoje se encontram um tanto ou quanto afastados das atividades partidárias por uma ou outra razão - sem no entanto se esquecer daqueles que ainda se encontram no ativo, em que a liderança do sector precisa de encontrar formas de os incentivar e motivar para, em conjunto, melhor desempenharmos o trabalho da oposição que o povo nos reservou».

Liderança e motivação

Nilton Delgado comanda um Conselho de Sector composto por 22 pessoas em igualdade de género, com jovens e menos jovens, estreantes e mais experientes e de todas as classes sociais. «No entanto, estamos ainda por realizar um primeiro encontro para estruturar a equipa diretiva. É hábito também, nos encontros do Conselho de Setor convidar outras pessoas influentes do partido à nível local, não obstante não fazerem parte da equipa do Conselho e esta é uma prática que não vamos abrir mão».

Referindo-se às razões da sua candidatura à chefia da oposição no concelho, Delgado destaca o facto de o PAICV ser um grande partido e de querer trabalhar para as pessoas. «A minha motivação primeira foi, sem dúvida, devido ao facto de o PAICV ser um grande partido e que merece todo o nosso empenho e dedicação. Em segundo lugar, porque é um partido que trabalha para as pessoas - o nosso objectivo é trabalhar para ir ao encontro das expectativas e dos anseios da população do concelho».

Dirigindo-se aos militantes e simpatizantes, Nilton altera a todos para uma participação activa, isto por considerar que alguns podem sentir-se desmotivados pelo facto de o seu partido ter passado à oposição. «Neste momento de fazer travessia no deserto (estar na oposição), cai-se sempre na tentação de se afastar, de se desfragmentar, de se desmotivar. Mas digo-vos que não é essa a motivação que fez do PAICV o Partido da Libertação, o Partido da Independência», apela o dirigente tambarina, que aproveita para agradecer a confiança depositada nele com a sua eleição pela maioria esmagadora dos delegados presentes na recente conferência do sector do Paul.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau