CARNAVAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Carnaval 2016: "Vindos d’ África" é campeão 11 Fevereiro 2016

O grupo carnavalesco Vindos d’ África é campeão do Carnaval 2016 na Praia, conforme foi anunciado esta quinta-feira, 11. Pelo segundo ano consecutivo, o grupo do Bairro Craveiro Lopes destaca-se entre os concorrentes e ocupa o trono. Entretanto esta decisão está a ser muito contestada pelos representantes dos outros grupos, que classificam como uma “vergonha” a decisão do júri.

O "Vindos d’ África" é bicampeão do Carnaval na Praia, pelo segundo ano consecutivo. Com cerca de 300 foliões e sob o lema “Direitos Humanos”, o grupo convenceu o corpo de jurados, que não teve dúvidas em atribuir-lhes o maior número de pontos.
Na classificação geral, o "Vindos d’ África" assume o pódio com 823,5 pontos, seguido, de perto, pelo "Samba Jô" com 818. No terceiro lugar aparece "Estrelas da Marinha" com 782,5. O "Vindos do Mar" ocupa o quarto lugar com 694 pontos. Por fim, o "Acarinhar" fica em quinto com 644 pontos acumulados.

O porta-voz do "Vindos d’ África", José Lopes “Bréu”, satisfeito, diz que esta vitória representa o trabalho do grupo, que há mais de trinta anos vem desfilando na capital do país. “Somos um dos símbolos do Carnaval da Praia. E, como sempre, de tudo fazemos para levar o troféu".

O primeiro classificado recebe um montante de 500 contos, o 2º leva 360 contos e o terceiro, 240 contos. Aos dois últimos classificados caberá um valor de 50 contos cada, como prémio de participação.

Já nos prémios individuais, o prémio de Música foi para o grupo "Acarinhar", enquanto o "Vindos d’ África" levou os prémios de “Bateria”, “Rei” e “Porta-Bandeira”. O grupo "Samba Jô" contabilizou o maior número de prémios individuais, nomeadamente “Alegoria”, “Rainha”, “Rainha da Bateria” e “Mestre-Sala”.

Decisão do júri foi fortemente contestada

Entretanto a decisão de atribuir o título ao "Vindos d’ África" foi fortemente contestada por elementos dos outros grupos, que chamam de vergonhosa e falta de transparência do júri.

“É inacreditável a forma com os júris decidem o Carnaval na Praia. Pelo segundo ano consecutivo, acontece a mesma coisa. "Vindos d’ África" sabia de antemão que seria campeão. Desta forma nem vale a pena fazer tanto esforço para sair à rua”, contestou Jô Elias, porta-voz do "Samba Jô".

Por sua vez, o presidente da mesa do júri, Camilo Medina, considera que o resultado foi atribuído consoante o número de pontos que cada grupo obteve. Portanto, “foi uma disputa muito equilibrada e o grupo que se destacou em alguns aspectos levou o título”.

Hélio Robalo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau