ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde quer aumentar competitividade do Queijo de Cabra 25 Outubro 2016

Cabo Verde, através dos Ministérios da Economia e Emprego e da Agricultura, quer aumentar a competitividade da cadeia de valor do queijo de cabra para melhorar as condições de vida dos pequenos criadores e produtores e promover o desenvolvimento local inclusivo e sustentável. O projecto está orçado em cerca de 30 mil contos (270.000 Euros), e é financiado pela União Europeia.

Cabo Verde quer aumentar competitividade do Queijo de Cabra

Com este propósito, o Governo realiza esta terça-feira, 25, as primeiras assembleias “Cluster do Queijo de Cabra” vão acontecer nas ilhas-piloto do Fogo e da Boa Vista. O encontro vai acontecer na sala de conferências do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) na ilha do Vulcão. A segunda assembleia está agendada para o dia 28, na sala de conferências da Sociedade de Desenvolvimento Turístico Integrado das Ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBM).

A sessão será presidida por Sayaphol Sackda, gestor de programas da ONUDI, e José Teixeira, Director-Geral da Agricultura e Silvicultura. Estão previstas intervenções do engenheiro Adalberto Vieira, que apresentará o diagnóstico do Cluster do Queijo de Cabra, e de Julien Schmitt, que trará a “Visão do Futuro do Cluster”. O objectivo é acordar os diversos intervenientes para as principais necessidades e prioridades para o desenvolvimento do sector e do cluster.

De referir que, em Maio deste ano o Governo iniciou o projecto “Fortalecer o fornecimento sustentável da cadeia de valor do Queijo de Cabra e fomentar relações comerciais com a industria do turismo em Cabo Verde”. Para isso, contou com o apoio técnico da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) e financiamento da União Europeia (UE).

A ONUDI explica que um Cluster é entendido como uma concentração sectorial e geográfica de empresas e/ou indivíduos que produzem uma gama semelhante de bens ou serviços e enfrentam ameaças e oportunidades semelhantes. Engloba empresas e instituições de apoio do sector público e privado e a sociedade civil. Espera-se que este projecto facilite o desenvolvimento de actividades de colaboração no quadro dos dois clusters para promover uma nova dinâmica nos processos de produção e distribuição da cadeia de valor queijo de cabra em Boa Vista e Fogo, aumentando a eficiência e produtividade dos membros do cluster.

Com uma duração de dois anos, o projecto contempla duas fases: a primeira fase de diagnóstico onde serão elaborados três produtos principais – diagnóstico, visão de futuro e plano de acção do cluster -, que irá ocorrer até Janeiro 2017. A segunda fase terá lugar de Janeiro de 2017 a Maio de 2018 passará pelo apoio à implementação do plano de acção com medidas especificas na área da qualidade, investimentos em equipamentos, marketing e gestão do negócio, que contribuem para melhoria da competitividade dos operadores envolvidos nesta iniciativa.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau