LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Angola: Sonangol só garantiu 85% das receitas que o Estado pretende para 2017 06 Fevereiro 2018

A petrolífera angolana Sonangol garantiu cerca de 5.750 milhões de euros em receitas fiscais decorrentes da exportação de crude em 2017, o equivalente a 85% da meta que tinha sido traçada pelo Governo.

Angola: Sonangol só garantiu 85% das receitas que o Estado pretende para 2017

Segundo dados dos relatórios mensais do Ministério das Finanças sobre as receitas com a venda de petróleo, compilados pela Lusa, entre janeiro e dezembro Angola exportou 595.604.870 barris de crude, cerca de 70 milhões de barris abaixo do estimado no Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2017.

Já em termos de receitas fiscais com a venda de petróleo, o Governo angolano previa angariar 1,695 biliões (9.100 milhões de euros, à taxa de câmbio de 31 de dezembro), tendo garantido 1,615 biliões de kwanzas (8.670 milhões de euros, à taxa de câmbio de 31 de dezembro) em 12 meses, pelo que também falhou a meta orçamentada, por cerca de 400 milhões de euros.

Especificamente para a Sonangol, que foi liderada por Isabel dos Santos entre junho de 2016 e novembro de 2017, o Governo estipulou no OGE uma previsão de encaixe com receitas fiscais de 1,216 biliões de kwanzas (6.527 milhões de euros, à taxa de câmbio de 31 de dezembro), enquanto direitos da concessionária.

Contudo, essa receita arrecadada pela Sonangol, segundo os dados mais recentes do Ministério das Finanças, rondou em todo o ano os 1,063 biliões de kwanzas (5.750 milhões de euros, à taxa de câmbio de 31 de dezembro).

A Sonangol falhou assim a meta estipulada pelo Governo em quase 800 milhões de euros. Fonte: Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau